Sustentabilidade

Não há mais espaço para tanta incredulidade e arrogância do ser-humano. Não há dúvidas que todos devemos ser zelosos com a criação de Deus, procurando usá-la com sabedoria, com ações de graças, mas daí a julgar que o homem é o detentor da preservação ou destruição do planeta não é isso senão um ato de loucura, um desvario, uma insanidade.

“Ele mesmo é quem dá a todos a vida, e a respiração, e todas as coisas” (Atos 17:25)

Não há mais espaço para tanta incredulidade e arrogância do ser-humano. Não há dúvidas que todos devemos ser zelosos com a criação de Deus, procurando usá-la com sabedoria, com ações de graças, mas daí a julgar que o homem é o detentor da preservação ou destruição do planeta não é isso senão um ato de loucura, um desvario, uma insanidade.

Eu devo ensinar meu filho a não jogar lixo na rua. Reconheço ainda a importância da coleta seletiva, assim como o processo de reciclagem. Todos gostaríamos de não sofrer com a poluição do ar, nem com a contaminação das águas. Todavia, ao mesmo tempo, também sei que o mais conceituado e respeitado ambientalista do mundo moderno é tão carente da salvação de Deus quanto todos os demais. O problema não é preservar a natureza; é ignorar o seu Criador! Continue lendo “Sustentabilidade”