Importantes dicas para aquisição de seu carro usado

Importantes dicas para aquisição do seu carro usado. Verifique Detran, Denatran, dentre outros.

Prezados colegas,

Em minha procura por um carro usado ou semi-novo, pesquisei bastante na internet e encontrei algumas dicas interessantes e importantes na compra de um carro semi-novo ou usado e o que envolve esta compra. Quero deixar aqui registrado e ao mesmo tempo compartilhar com os meus ilustres colegas de trabalho.

Comecemos com alguns links de órgãos do governo e entidades que nos dão informações importantes sobre o veículo e sua documentação:

———————————————————————————————————————————-

1. Link do DETRAN-RJ para visualização de informações básicas do CRLV, documento de licenciamento anual.

  1. Ano do último licenciamento;
  2. Primeiro nome do proprietário;
  3. Placa e Placa/UF antigas (normalmente não há mudança, se houver já é suspeito). OBS.: Carros emplacados pela 1ª vez no estado do Rio possuem placa com início L ou K.
  4. Espécie/Tipo, por exemplo: Passageiro/Automóvel
  5. Combustível;
  6. Marca/Modelo;
  7. Ano Fabricação e Ano Modelo;
  8. Capacidade (pessoas)/Potência/Cilindrada;
  9. Categoria, por exemplo: Particular;
  10. Cor predominante;
  11. Observações: Este campo é IMPORTANTÍSSIMO, pois aqui vêm informações de restrição do veículo, por exemplo, se o veículo foi recuperado, se teve o chassi remarcado, etc.;
  12. Local: Cidade que o último licenciamento foi feito. OBS: Carros fora do estado do RJ possuem regras diferentes de pagamento de IPVA, DPVAT e licenciamento, podendo te dar trabalho para pagá-los caso não tenham sido quitados.

2. Link da Polícia Civil-RJ traz informações sobre o estado do veículo nas Bases Estadual e Nacional de Roubos e Furtos de Veículos

OBS.: Pesquisei dois carros que sei que foram roubados e não recuperados, para um deles o resultado acusou “Restrição Policial” para o outro não acusou nada. Por quê? Não sei. Isto me fez não confiar muito nestes resultados. Sendo assim, se o resultado acusar algum problema, não faça a compra, se for OK, não confie plenamente.

  1. Estado do veículo, se OK, ou com “Restrição Policial”, etc.;
  2. Placa;
  3. Chassi; OBS.: Este site serve também para o Chassi do carro a partir da Placa;
  4. Marca/Modelo;
  5. Cor;
  6. Ano de Fabricação;
  7. Observação: todas as consultas que fiz trouxeram este campo vazio.

3. Link do DPVAT, além de obter informações sobre a regularidade de pagamento do DPVAT, é o único site que encontrei até o momento que informa o Renavam a partir do Chassi.

  • Dados necessários: OU (UF + Placa + Renavam) OU (Chassi); e escolha o ano.
  1. Consulte para todos os anos.
  2. Interessante é a pesquisa com o ano de fabricação do carro. O pagamento do DPVAT neste ano te dará, normalmente, mais ou menos a data que o carro foi comprado quando era Zero Km. Pois para ter o licenciamento para circular com o carro é necessário ter o DPVAT pago;
  • Link: http://www.dpvatseguro.com.br/dpvat_em_dia/default.aspx
  • Informações obtidas:
  1. Placa;
  2. UF;
  3. Chassi;
  4. Renavam;
  5. Banco;
  6. Data de Processamento;
  7. Data de Pagamento: IMPORTANTE, deve estar preenchida senão não foi pago
  8. Proprietário;

4. Link do DENATRAN (Órgão Nacional) traz informações sobre o veículo, se tem alguma pendência financeira: multas, IPVA, licenciamento, dentre outros, e se o carro já foi roubado;

  • Dados necessários: Renavam e Placa. Lembre que o Renavam pode ser recuperado no site do DPVAT a partir do Chassi e o Chassi pode ser recuperado pelo site da Polícia Civil.
  • Link: https://denatran.serpro.gov.br/Veiculo_Codigo.asp?Sistema=Veiculo&Funcao=Codigo&site=ic
  • Informações retornadas:
  1. Chassi;
  2. Placa;
  3. Renavam;
  4. Marca/Modelo;
  5. Ano de Fabricação;
  6. Lista de Restrições: aparecendo NÃO HÁ é uma boa notícia;
  7. UF, acredito que seja o do licenciamento;
  8. Município, acredito que seja o do licenciamento;
  9. Cor;
  10. Combustível, por exemplo: ALCO/GASOL;
  11. Ano Modelo;
  12. IPVA: se aparecer algum valor diferente de 0,00 é que o IPVA ainda não foi pago;
  13. DPVAT: se aparecer algum valor diferente de 0,00 é que o DPVAT ainda não foi pago;
  14. Multas: se aparecer algum valor diferente de 0,00 é que há multas pendentes e não pagas;
  15. Licenciamento: se aparecer algum valor diferente de 0,00 é que a taxa de licenciamento ainda não foi paga;
  16. Total Geral: total de dívidas associadas ao veículo;
  17. ROUBO/FURTO: se trouxer “NÃO HÁ OCORRÊNCIA(S)”, boa notícia. Caso contrário aparecerá as ocorrências;

5. Link do Itaú, onde é possível consultar multas e IPVA, além de emitir, para estes, a 2ª via do comprovante de pagamento:

6. Link do FENASEG que traz a informação se o carro teve algum sinistro de PT (perda total).

OBS.: Só consegui acessar as informações na primeira vez que utilizei o site. Mesmo limpando cache e cookie’s não funcionou mais no mesmo dia. (Na resposta vem a mensagem “Consulta não autorizada.”) No outro dia voltou a funcionar:

  • Dados necessários: Placa e Chassi. Lembre que o Chassi pode ser conseguido no site da Polícia Civil-RJ, cujo link foi citado acima;
  • Link: http://www.fenaseg.org.br/detrandf2
  • Informação retornada:
  1. Placa e Chassi;
  2. Resposta, por exemplo: “Não existe sinistro de Indenização Integral.”, neste caso o carro não teve sinistro com PT;

7. Link para cotação de seguro pela Caixa Econômica Federal.

OBS.: É interessante, pois você é atendido online, via chat, e obtém o resultado da proposta (os valores) no próprio chat, além de receber uma cópia da proposta por e-mail.

  • Dados necessários:
  1. Nome e e-mail para entrar no chat;
  2. Para cotar o veículo é necessário, dentre outras informações:

– Marca/Modelo, informações completas;

– Ano Fabricação/Ano Modelo;

– Acessórios: ar condicionado, direção hidráulica, etc.

– Se tem GNV;

– Informações do Principal condutor: CPF, Estado civil, Residência, se trabalha com o carro;

– Demais condutores: se jovens entre 18 e 25 anos;

8. Link ou telefone para cotação de seguros pelo Banco do Brasil

  • Se você for correntista do BB, a cotação pode ser feita online;
  1. Link: https://www2.bancobrasil.com.br/aapf/login.jsp?url=/seguro/newAuto/menu/index.jsp?c=1
  • Não sendo correntista do BB, a cotação é feita por telefone:
  1. Telefone: 0800 729 0400  ou 4004 0009 do seu celular
  • Para cotar o veículo é necessário, dentre outras informações, as mesmas supracitadas para cotação pela CEF;

———————————————————————————————————————————-Algumas Algumas dicas:

  • Valorize seu dinheiro: não faça depósitos antes de se certificar da existência do veículo, e desconfie de ofertas muito abaixo do preço de mercado;
  • Confira se o Ano de Fabricação do carro descrita no documento bate com o ano da etiqueta no pé do cinto de segurança.
  • Confira se o Número do Chassi descrito no documento bate com a o marcado no chassi do carro, isso fica no lado do carona perto da porta;
  • Confira se os pneus não são muito velhos. Todo pneu tem uma numeração de 4 dígitos, por exemplo: 3010. A leitura é feita da seguinte forma:

– Os dois primeiros dígitos são o número da semana que o pneu foi fabricado. Para facilitar, conte 13 semanas para cada 3 meses. No exemplo acima o pneu foi fabricado na semana 30º semana, logo foi fabricado no final do mês de Julho. Os dois últimos dígitos referem-se ao ano. No exemplo acima ano de 2010.

  • Leve um mecânico de confiança para avaliar o carro;
  • Veja cada detalhe no carro:

– Se as portas, o porta mala e o capôt abrem e fecham perfeitamente;

Atenciosamente,

Fábio Oliveira

Deixe uma resposta