Exemplo Perfeito

Uma breve postagem, bíblica, sobre o Perfeito Exemplo…

Lendo o livro Dicas para os pais, de Gardiner Spring & Tedd Tripp (Editora Fiel), página 30, deparei-me com a seguinte frase:

As regras constrangem; o exemplo é encantador. As regras compelem; o exemplo convence. As regras são uma lei morta; o exemplo é uma lei viva.

Mesmo que esta frase tenha sido usada no contexto de criação de filhos (um dos assuntos do livro), ela está de pleno acordo com as Sagradas Escrituras, a Bíblia. O exemplo sempre “chega na frente” das palavras.

Jesus Cristo é o tema central de toda a Bíblia. NEle encontramos o Homem perfeito. Sendo Deus, Ele não conheceu pecado (II Co.5:21). Nunca se achou engano em Sua boca (I Pe.2:22). Perfeitamente Deus e perfeitamente Homem. Por isso seu exemplo também é perfeito!

Ele é o Único que pôde dizer:

Quem dentre vós me convence de pecado? (Jo.8:46)

Se você puder responder à Sua pergunta acima, motivado pela força do Seu perfeito exemplo, compreendendo principalmente o motivo pelo Qual Ele morreu na cruz (mas eis que vive!), você compreenderá os demais versículos citados a seguir.

Ele também é o Único que tem autoridade para dizer, àqueles que confiam nEle como Salvador:

Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também. (Jo.13:15)

Um dos Seus conhecidos seguidores, Pedro, aprendeu a lição e, segundo a inspiração do Espírito Santo, escreveu:

Porque para isto sois chamados; pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas. (I Pd.2:21)

Obediência

Uma pequena porém importante consideração sobre obediência

O homem naturalmente não gosta de se submeter a nada e a ninguém. Quando a natureza humana se colcoca sob qualquer autoridade, ela age com rebeldia, não querendo obedecer. Quem ensinou uma criança de 1 ano a desobedecer? Deus criou o homem perfeito, macho e fêmea, mas o homem se rebelou contra o seu Criador. Por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte!

O homem é desobediente a Deus. O homem não tem o conhecimento de Deus e não quer ter. Basta ao homem ser o seu “próprio deus”, pois ele naturalmente não admite ser submisso à nenhuma autoridade visível, muito menos ao Soberano e Único Deus, o qual só pode ser conhecido por fé.

“…na terra não há verdade, nem benignidade, nem conhecimento de Deus.” (Os.4:1)

“Não há ninguém que entenda; Não há ninguém que busque a Deus.” (Rm.3:11)

A obediência verdadeira cumpre ordens sem desafio, sem desculpas e sem demora. O Deus Filho obedeceu a Deus Pai quando pronta e voluntariamente entregou Sua vida no lugar dos Seus inimigos: você e eu.

Você se julga obediente a Deus? Então Cristo não morreu por você. Mas de fato todos somos desobedientes, pecadores, miseráveis e carentes da glória e perdão de Deus (Rom. 3:23), Aquele que nos ama perfeitamente e já provou este amor (Rm.5:8).

“Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores” (I Tm.1:15)

“Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado” (Jo.3:18)

http://www.netbiblia.com.br